Podologia
O que é podologia?
História
Exercer podologia?
Risco do fenol
C.B.O.
Uso de luvas
Esterilização
Resíduos podólogico
Termos técnicos
Calçados
Ferida
Empresas Podologia
Postura Profissional
O que é hanseníase?
Onicogrifose
Laserterapia na Podologia
TCC

  Podopatias
Psoriase
Bicho-do-pé
Bolhas
Calos
Correção de unha
Disidrose
Micose de unha
Pé-de-atleta
Pé diabético
Pé infantil
Rachaduras
Unha
Unha encravada
Verrugas
Uso de Fressa
Alta Frequencia

CORPO DA UNHA



   

      

UNHA, CORPO DA UNHA E APARELHO UNGUEAL

A Unha tem a funções de proteção, preensão, agressão e sensibilidade.
 Proteção
: sendo uma UNHA dura e flexível, proteger as extremidades dos dedos;
 Preensão:
para pegar principalmente pequenos objetos;
 Agressão:
arranhar, cortar, lascar, mascar (defesa);
 Sensibilidade: tem seu papel na sensibilidade táctil da popa digital. A unha normal é transparente, lisa, suave, permanecendo colada no leito e apresentando crescimento continuo no indivíduo adulto.

 

É uma produção cutânea formada de queratina compactada, chamada oniquina (dura) é formada de proteína, enxofre, cistina, argina, água (7 a 16%), cálcio e ferro; sem elasticidade, translúcidas e com pouca flexibilidade. Do ponto de vista embriológico, não nasce da superfície, mas sim do interior da pele, inicialmente, a epiderme que dará origem à unha. Em média, as unhas crescem por volta de 0,1mm (um décimo de milímetro) ao dia, sendo o crescimento mais rápido no verão do que no inverno. E as unhas dos dedos dos pés (artelhos ou pododáctilos)levam de 12 a 18 meses. A velocidade do crescimento das unhas é a razão pela qual o tratamento de suas doenças é tão demorado, o que resulta em pouca adesão do cliente ao tratamento, geralmente abandonado, o que cronifica (perpetua) as doenças das unhas.

O crescimento das lâminas ungueal é, aproximadamente, 1mm por mês, demora para crescer, ou seja, para ser completamente substituída, cerca de 6 meses, nas mãos, e cerca de 1 ano, nos pés. Em geral, desenvolve-se com mais rapidez nos jovens que nos idosos. Fatores que interferem no crescimento da lâmina ungueal é a ma circulação sangüínea, vitaminas, proteínas e mecânicos.

Anatomia da Unha

 

Corpo da unha  é a própria unha, situada sobre o leito ungueal. É constituída essencialmente por escamas córneas compactas, fortemente aderidas umas às outras, formadas com uma substância protéica chamada queratina Sua consistência varia de pessoa para pessoa e depende de fatores tanto genéticos como externos. Uma lâmina de células queratinizadas compactada e com espessura variável de 0,5 a 0,75 mm. A unha pode, portanto, ficar hiper-hidratada e amolecida (quando em contato prolongado com a umidade), ou ressecada e quebradiça quando por um motivo qualquer sofrer desidratação (ou quando for coberta por uma película química impermeabilizante).


  
- Matriz Ungueal é o local onde se dá origem a unha. Chamada também de raiz da unha. Formada pôr célula germinativas que vão se compactando em permanentes mitoses. A nutrição da matriz é feita pôr pequenos vasos superficiais da derme.


  - Leito Ungueal é a porção do complexo imediatamente abaixo da lâmina. Formada pela derme e epiderme e é fortemente aderido à lâmina e com grande quantidade de terminações nervosas nesta área.

 
  - Eponíquio conhecido como cutícula. Liga a prega supra-ungueal à lâmina. Sua formação é de queratina e tem a função de proteger a matriz ungueal da entrada de produtos químicos, agente biológicos e outros. A retirada da abertura para entrada de infecção.


 
Lúnula com um formato de “meia-lua”, é considerado o reflexo da queratinização parcial das células nessa região. Uma área de forma convexa, esbranquiçada, localizada junto ao eponíquio, e indica a posição da matriz


 
- Hiponíquio é formado pôr uma fina camada da epiderme e faz a ligação entre o leito ungueal e a polpa digital. Tem grande quantidade de terminações nervosa, tornando assim uma região muito sensível.


  - Prega Supraungueal localizada antes do Eponíquio, com tamanho variável. É uma dobra de pele epitelial sobre a matriz ungueal. É constantemente lesada com a retirada do eponíquio.


Margem livre: é o limite externo da unha, aquela parte que cortamos e lixamos.

Tambem esta incluido.

Bordo oculto da unha  é a parte da margem lateral da unha que esta oculta.

 

Bordo lateral da unha / vale da unha e a parte da margem lateral da unha que esta no sulco da unha, com um espessamento da epiderme.

Bordo livre da unha é a parte da margem livre da unha

 

Prega periungueal é a é a região localizada nas laterais da unha.

Prega lateral da unha  /  margem laterais da unha são as bordas laterais das unhas, que ficam fortemente aderidas sob uma dobra da pele.

 

MANIFESTAÇÕES PATOLÓGICAS

 

       A unha pode ser sede de diversas manifestações patológicas quer se trate de infecção devida a micróbios ou a cogumelos ou se torne vitima de traumatismos diversos.
       a) O mais simples consiste no hematoma subungueal, consecutivo a um choque. O tecido subungueal particularmente comprimido, deixa pouco espaço para o extravasamento do sangue, o que provoca o aparecimento de dor bastante intensa e ao mesmo tempo limita o volume do hematoma
       b) Corpo estranho subungueal por exemplo, uma farpa de madeira que penetre sob a unha e a torna dolorosa por razão análoga à do hematoma: a reação inflamatória não encontra lugar para se estabelecer.
       c) O esmagamento será seguido por escurecimento da unha e depois por sua queda: ela renascerá sempre, exceto em raros casos em que a matriz foi destruída pelo traumatismo.
       d) A queda da unha ocorre em certos casos de alopecia. O deslocamento da unha acompanha certas dermatose profissionais (lavadeiras, padeiros, açougueiros, químico, etc.).
       e) As deformações da unha ocorrem nos dedos do pé de velhos.
       f) A fragilidade da unha é sinal de má circulação, de desnutrição grave, assim como de infecção por cogumelos.
       g) O espigão não constitui doença da unha propriamente dita, mas rasgão da unha: mal curada, a pane erosada desseca-se, dilacera-se, aprofunda-se, inflama-se e toma-se muito dolorosa
       h) Manchas brancas ou leuconiquias são devidas á formação de bolhas de ar, após microtraumatismo. Desaparecem espontaneamente com o crescimento da unha: alguns pacientes são mais sujeitos a esta afecção que outros.
       i) Unha encravada é uma alteração que atinge sobretudo os artelhos (geralmente o grande e. por vezes, o segundo): por influência de fatores mecânicos (freqüentemente sapato muito apertado), os dedos dos pés ficam imprensados uns contra os outros e as extremidades antero-laterais da unha crescem para o interior da pele. Segue-se irritação, freqüentemente acompanhada de inflamação dolorosa com eventual infecção.
ALGUMAS DOENÇAS QUE PODEM SER DIGNOSTICADA PELAS UNHAS

DOENÇAS
ALTERAÇÕES NAS UNHAS


ANEMIA

Quebradiças, secas, opacas, com vários sulcos, transversais, formato côncavos e deslocamento da carne na ponta dos dedos.

DOENÇAS CARDÍACAS

Curvadas para baixo, alargadas, coloração arroxeados.

DOENÇAS RENAIS

Apresenta engrossamento, coloração amareladas ou acinzentas, linhas verticais esbranquiçadas

DOENÇAS HEPÁTICAS
Unhas esbranquiçadas perto da raiz ou amareladas por inteiro, pode ocorrer arredondamento e aumento.

DOENÇAS DIGESTIVAS
Pontos hemorrágicos, unhas doloridas, frágeis e que se descolam ou descamam

DIABETE
Avermelhadas e com pequenas veias no dedo ao redor das unhas, engrossamento das unhas, micoses mais freqüentes e engrossamento e endurecimento das pontas dos dedos.

HIPERTIREOIDISMO

 Ocorre o afinamento e enfraquecimento das unhas; a unha ainda pode se deslocar e ficar abaulada.


HIPOTIREOIDISMO
Unhas opacas, engrossamento

LUPUS

Sangramento da cutícula, manchas brancas, depressão em forma de pontos e decolamento da parte que fica afastada da raiz (vasculite).

REUMATISMO

São amareladas, com linhas transversais e o círculo brancos da unha fica amarelada.

LEUCEMIA

Unhas quebradiças, engrossamento ou perda total das unhas

AIDS

Infecção das unhas por fungos ou bactérias, vírus, herpes e sarcoma de Kaposi.

 

 

SUBSTÂNCIA DEFICIENTE


ALTERAÇÕES NAS UNHAS

VITAMINA A

Aspecto de casca de ovo, enrrugada, esbranquiçada e quebradiça

VITAMINA B12

Linhas longitudinais escurecidas, cor azul enegrecida

VITAMINA C
Hemorragia em baixo da unha

VITAMINA B3

Linhas verticais esbranquiçadas e ausência de brilho

ZINCO
Coloração acinzentada, cutícula seca e grossa, descamação intensa ao redor das unhas, linhas transversais bem acentuadas.

O tratamento preventivo depende da habilidade do paciente ou de seu PODÓLOGO em cortar corretamente as unhas.

       Alerta: Não cortem os cantos das unhas (lâmina ungueal), pois assim, estarão deformando e causando o encravamento das mesmas, sejam precavidos, procure um podologista.
 

 

Procure ter o hábito inteligente de conviver o seu bem-estar tendo pés saudáveis. Consulte um Podologista, com certeza o risco de complicações será menor.

Podologista/ Podólogo Orlando Madella Jr

 23/10/2006


Podólogo Orlando Madella Jr.
Av. Paulista, 807 - Conj. 1012
Fone: (11) 3266-4710



Cadastre seu email.
Receba noticias sobre podologia.




Desenvolvido por Madella - Soluções para Internet